Postagem em destaque

Tem lugar que é proibido ser gay

Essa semana, mais precisamente dia 17 de maio foi comemorado o Dia internacional Contra a Homofobia Um dia muito importante para a comuni...

segunda-feira, 9 de fevereiro de 2015

Amazonas tem como socorrer estados em crise.


Enquanto estados da Região Sudeste do país enfrentam uma crise hídrica, os rios que banham o Norte do Brasil seguem abundantes. Levar água do Rio Amazonas - um dos maiores do mundo - para São Paulo e outros estados que sofrem com falta d'água foi justamente a proposta sugerida pelo governador do estado, José Melo (PROS), nesta terça-feira (3). Para Melo, se obras para o fornecimento fossem realizadas, em dez anos, eventuais crises hídricas poderiam ser solucionadas com utilização das águas de rios que passam pelo estado da Região Norte. A declaração do governador foi dada durante solenidade que marca o início dos trabalhos da Assembleia Legislativa do Amazonas (Aleam), em Manaus. Questionado sobre a crise hídrica e energética registrada na Região Sudeste, José Melo disse que o país planejou, mas não executou da forma que deveria as ações para os setores. "O Brasil tem muitos investimentos no setor de geração de energia e de abastecimento, mas que não andaram na medida e velocidade que deveriam. Sei que existem aí muitas dificuldades de ordem ambiental e financeira, mas eu acho que o Brasil pode resolver esse problema com o Amazonas", avaliou. A proposta do governador é levar água de rios do Amazonas para as regiões que sofrem com abastecimento, dentre elas, o Nordeste e o Sudeste. Uma das sugestões é utilizar água de um dos mais extensos rios do mundo e de maior fluxo de água por vazão: o Rio Amazonas.

Nenhum comentário:

Postar um comentário