Postagem em destaque

COPA DAS ZEBRAS

quarta-feira, 30 de junho de 2010

Dezesseis anos depois, Mattheus mira o embala neném do neto de Bebeto


Filho do tetracampeão espera que a seleção repita a vitória sobre a Holanda que marcou seu nascimento em 1994 e avisa: 'Vou retribuir numa Copa'

Por Richard SouzaRio de Janeiro
Alguns momentos de uma conquista de Copa do Mundo são tão marcantes que não se perdem nem com o passar dos anos. No tetracampeonato da seleção brasileira, por exemplo, um gesto carinhoso e espontâneo de Bebeto transformou-se em símbolo daquela campanha. No dia 9 de julho de 1994, Brasil e Holanda se enfrentaram pelas quartas de final do Mundial. Aos 18 minutos do segundo tempo no Cotton Bowl, em Dallas, nos Estados Unidos, o lateral-esquerdo Branco afastou a bola do campo de defesa e achou Bebeto na intermediária adversária. O camisa 7 ganhou do marcador na corrida, driblou o goleiro De Goey e empurrou para o fundo das redes. Feliz feito criança, o craque comemorou com o famoso “embala neném”, uma homenagem ao filho caçula Mattheus, que havia nascido dois dias antes (assista ao vídeo).
Quase dezesseis anos depois, Mattheus já perdeu as contas de quantas vezes assistiu à cena. “Milhões e milhões”, segundo ele. E sempre é especial. Nesta quarta-feira, o garoto recebeu a reportagem do GLOBOESPORTE.COM em casa, vestiu a camisa azul com o número de Bebeto e repetiu o gesto do pai.
Mattheus filho BebetoNo campo de futebol que tem em casa, Mattheus veste a camisa azul com o número que foi de Bebeto e repete o gesto que virou marca do pai em 1994 (Foto: Richard Fausto / GLOBOESPORTE.COM)
- Ele sempre fala que foi um gesto espontâneo, que não tinha programado. Vieram Romário e Mazinho e ele não entendeu nada (risos). Mas já que ele estava fazendo foi embora. Acho que por isso ficou marcado. O jogo inteiro eu nunca vi. Vi os melhores momentos. O Brasil abriu 2 a 0 numa partida que não era fácil e eles tornaram fácil. Mas eu acho que quando a Holanda fez o primeiro gol afunilou o jogo, eles começaram a ir para cima e fizeram o 2 a 2. Só que aí num lance de brilho do Branco ele acertou uma falta maravilhosa no único lugar que a bola poderia entrar. Um pai fazer um gesto daquele não tem coisa melhor para o filho. Ainda mais numa Copa do Mundo. Não tenho palavras. Quero retribuir esse gesto um dia – comentou.
Matheus filho BebetoMattheus durante treino da seleção brasileira de
base (Foto: André Durão / GLOBOESPORTE.COM)
Mattheus é jogador das categorias de base do Flamengo e da seleção brasileira sub-16. É meio-campista e admirador do futebol de Kaká. O garoto gosta de comemorações diferentes, como as que Robinho, Ganso e Neymar fazem no Santos. Mas o gesto marcante do pai ele quer repetir na hora mais apropriada.

- Ainda não fiz. Vou retribuir, sim. Mas vou retribuir numa Copa do Mundo. Ele chora, a família toda pede, mas vou fazer numa Copa. Deixa guardado – avisou.
Os amigos de pelada não cansam de imitar Bebeto. Sempre que alguém tem a chance brinca com Mattheus. A comemoração também virou mania entre os jogadores profissionais. Não só no Brasil.
- Isso é normal (risos). Principalmente entre os amigos. Sempre tem um que quer mostrar. Acho legal. Vendo os jogos do Brasil e também de fora, todo pai que faz um gol para o filho faz o gesto. Sempre falo para o meu pai e ele acha bom. Não era para tomar essa proporção toda. Ele só queria fazer um gesto carinhoso, mas como o mundo todo assiste à Copa, ficou marcado – disse.
Foto Bebeto Romário Mazinho comemoração 94Mazinho, Bebeto e Romário embalam Mattheus
(Foto: Richard Fausto / GLOBOESPORTE.COM)
Nesta sexta-feira, Brasil e Holanda vão se reencontrar numa Copa do Mundo. O quarto duelo da história será em Porto Elizabeth, às 11h (de Brasília). Uma vaga na semifinal estará em jogo, assim como em 74, na Alemanha, quando a Laranja Mecânica venceu. Em 94, a seleção aproveitou a revanche. Quatro anos mais tarde, na França, novo confronto e vitória brasileira nos pênaltis, pelas semifinais.
- Em 98 eu cheguei a ir à Copa, mas não lembro de nada. Tinha quatro anos. Só lembro do que a minha mãe me fala. Vai ser a primeira vez que vou ter a oportunidade de ver esse jogo analisando as jogadas e as táticas dos times. Vou torcer para que o Brasil saia com a vitória. Gosto de assistir aos jogos do Brasil em casa, com os amigos, para analisar e ver os jogadores que eu gosto e me identifico. Para tentar repetir alguma jogada – afirmou.
Bebeto está na África do Sul. Foi contratado como comentarista de jogos do Brasil para uma emissora de televisão dos Emirados Árabes. Mattheus confia no time de Dunga, mas acredita que será um jogo tão difícil quanto os anteriores.
- Vai seguir a linha de sofrimento. A seleção da Holanda é muito boa, o grupo muito forte e todos os jogadores desequilibram. Mas estou bem confiante no trabalho do Dunga e do Jorginho. Apesar das críticas, que são normais no futebol, gosto bastante da seleção. Ela vem ganhando e não temos do que reclamar. Estou bem confiante para este jogo. Não há recordação melhor do que um jogo contra a Holanda numa Copa do Mundo. Tenho certeza de que o Brasil vai sair com o resultado positivo. A história não vai mudar e a vitória vai se repetir. Meu pai também está bem confiante pelo que demonstraram no último jogo (contra o Chile) – contou.

terça-feira, 29 de junho de 2010

Assistente administrativo é condenado por abuso de criança


Justiça do Pará determinou pena de 15 anos de prisão.
Defesa recorreu da decisão e entrou com pedido de habeas corpus.

Do G1, em São Paulo
A Justiça do Pará condenou o assistente administrativo João Carlos Vasconcelos Carepa, irmão da governadora Ana Julia Carepa, a 15 anos de prisão por abusar de uma menina de 11 anos. Ele também teve a prisão decretada. A sentença foi determinada nesta terça-feira (29) pela juíza Maria das Graças Alfaia Fonseca. Cabe recurso.

Durante depoimento em juízo, Carepa negou o crime. Ele disse que a acusação é uma vingança por parte dos pais da vítima, que pretendiam conseguir uma audiência com a irmã dele para pedir um emprego no governo.De acordo com a denúncia do Ministério Público, o crime foi cometido em 2006. O assistente administrativo, de 52 anos, teria abusado da criança quatro vezes. Conforme o processo, a menina foi submetida a exames periciais que comprovaram os abusos.
Outro lado
A advogada Luana Leal disse ao G1 que já entrou com um recurso de apelação da sentença. Todas as razões do recurso serão apresentadas ao Tribunal de Justiça.
Em relação ao pedido de prisão, a defesa já entrou com pedido de habeas corpus. Segundo Luana, ele respondeu todo o processo em liberdade e nunca prejudicou às investigações.
A governadora Ana Julia Carepa divulgou no Twitter que "o assunto é doloroso e constrangedor para nossa família, como para toda família que tem problemas desse tipo, mas muito mais para aquelas famílias que sofrem consequências de qualquer tipo de violência. Minha posição como governadora, mulher e mãe é de que ninguém está acima da lei."
" e olha a governadora não esta mesmo, os exames periciais comprovaram o abuzo, e foi mais de uma vez, então cama nesse pilantra."
No post passado falamos do caso do goleiro do Flamengo, que esta sendo investigado pelo desaparecimento de sua ex mulher, e olha esse rapaz parece esta enrolado hemmm, espero que seja feita justiça e que as investigaçoes deixe claro o culpado disso tudo ai.

segunda-feira, 28 de junho de 2010

Polícia examinou câmeras de segurança no sítio do goleiro Bruno


Agentes olharam detalhadamente cortinas, piso e móveis da casa.
Segundo investigações, jogador é suspeito no desaparecimento de jovem.

Do G1, com informações do Jornal Nacional
 A polícia fez buscas, nesta segunda-feira (28), no sítio do goleiro Bruno (Flamengo), que fica na Grande Belo Horizonte. Ele é apontado pelos investigadores como suspeito de envolvimento no sumiço da ex-namorada Eliza Samúdio, que entrou na Justiça para tentar provar que teria um filho com o goleiro do Flamengo.
A polícia entrou no condomínio, na Região Metropolitana de Belo Horizonte, às 16h30, com um mandado de busca e vasculhou os arquivos de imagem da portaria.
No sítio do goleiro, os policiais começaram o trabalho com escavações. Na casa, entraram em uma espécie de porão. Retiraram de lá uma lona preta e pareciam procurar vestígios nela. No andar de cima da casa, olharam detalhadamente as cortinas, a soleira das portas, o piso e os móveis da varanda.
No fim da tarde, concentraram a busca em um poço. Eles usaram uma corda com uma lanterna amarrada na ponta.
As buscas continuaram ao anoitecer. Até as 21h desta segunda-feira, a polícia continuava no local, sem previsão para o término dos trabalhos. A polícia investiga uma denúncia anônima de que a ex-namorada de Bruno, Eliza Samúdio, teria sido espancada por ele e dois amigos, no sítio do jogador. Ela está desaparecida há três semanas.
Eliza tentava provar na Justiça que o goleiro é o pai do filho dela, de quatro meses.
De acordo com a polícia, a atual mulher de bruno, Dayane de Souza, e um amigo dele conhecido como "macarrão" teriam tentado esconder o bebê.
Dayane foi autuada em flagrante por subtração de incapaz. O bebê foi encontrado e entregue ao pai de Eliza Samúdio, na noite de domingo (27).
Bruno não treinou com o time nesta segunda-feira. O departamento jurídico do Flamengo disse que Bruno concordou com o afastamento e que afirmou estar estar à disposição da Justiça para esclarecimentos.

domingo, 27 de junho de 2010

recados do orkut minha amiga Vâninha ☼♥♥ ♥Om Tare TuTare Ture Soha♥

Tô Coooooooondidinha...

Que O Menininho-Jesus Abençoe Teu...

Perfumado Que É Pra MiM Tão Preciosinho...Tão Amiguinho E Iluminadim.
Recadinhos para Orkut com Ternura - BOA NOITE
Menininho_Cheiroso_Da_Mainha...
smileys falando
Bom Eu Agora Tenho Q iiiiii Com Muiiiiii Saudadezinhas De Tu Viu!.viu!.
Beijos...HuuummmmmaaaaBeijinhos...Hummmmmmaaaa Meus.... E 1 Doce Domingozinho.
Da Tua Sempre Mainha-Vâninha-Miguinha.
Tchauzim.

quinta-feira, 24 de junho de 2010

Avião faz 'manobra evasiva' para 'evitar colisão', afirma a TAM


Em nota, empresa diz que procedimento foi durante aproximação a Congonhas.
Comandante seguiu os procedimentos de segurança, diz empresa.

Do G1 SP
  •  
Imagem mostra informações sobre o voo no site da InfraeroImagem mostra informações sobre o voo
disponíveis no site da Infraero (Foto: Reprodução)
A assessoria de imprensa da TAM confirmou, por meio de nota, que a aeronave que cumpria o voo JJ3717, que faz o trajeto Brasília-São Paulo, teve de "realizar uma manobra evasiva em razão de os equipamentos de bordo terem detectado a presença de outra aeronave na mesma rota". A manobra foi feita no início da noite desta quinta-feira (24) durante o procedimento de aproximação ao Aeroporto de Congonhas, na Zona Sul de São Paulo, segundo a assessoria.
O comandante seguiu os procedimentos de segurança prescritos para essas circunstâncias e informou os passageiros do ocorrido, de acordo com a TAM. O aparelho pousou, em seguida, sem consequências, às 18h52. "Os 171 passageiros desembarcaram em seguida", completou a nota. De acordo com o site da Empresa Brasileira de Infraestrutura Aeroportuária (Infraero), o voo 3717 saiu de Natal, fez escala em Brasília e pousou em Congonhas.
Uma passageira que estava na aeronave relatou ao G1 que o comandante já havia anunciado o início dos procedimentos de descida quando ocorreu a queda brusca. Mesmo usando o cinto de segurança, ela sentiu que levantou “uns dois palmos” da poltrona. Segundo ela, o comandante afirmou que precisou realizar a manobra por causa do tráfego aéreo. Os passageiros ficaram assustados e houve gritos e choros no voo. A assessoria de imprensa da TAM disse que não houve necessidade de atendimento de passageiros após o pouso.
Senador a bordo
O senador Romeu Tuma (PTB-SP) estava  a bordo e contou ao 
G1 como foi. "Entendi mais ou menos que foi uma manobra para evitar colisão. O comandante falou que teve de fazer uma manobra ríspida. Eu fiquei preocupado com a gritaria, mas achei que fosse aquelas quedas que dão naturalmente no voo. A aeromoça caiu no colo de alguém. Foi muito rápido", diz ele.

Tuma, que estava sentado na fila 12, disse que o avião estava próximo de São Paulo e fez uma manobra como uma descida brusca. "Ele afundou em direção ao chão e deu uma balançada."
Tuma disse que a série de incidentes na aviação civil o preocupam. "Foi lá (no Senado) a Anac (Agência Nacional de Aviação Civil)  outro dia depor para nomear novo dirigente e houve preocupação com a provável falta de assistência técnica com maior intensidade junto às companhias áereas. Acho que a Anac e o departamento subordinado à Aeronáutica devem manter vigilância bastante intensa", afirmou. 

quarta-feira, 23 de junho de 2010

a Imprença sempre contra

Olha ja algum tempo a gente vem acompanhando, como esses jornalista trabalham, sabemos que muitos deles trabalham por interesses proprios, e ai eles saiem perseguindo o tecnico da seleção, veja o video e tire suas conclusões, repare que o tecnico da seleção não humilha ninguem , ele chama atenção de um reporter que conseguiu aparecer mais que todo mundo, e ai o seu Tadeu Schmith que agora vai ficar em dias de glorias aproveitou o horário pra colocar suas versões, lembre-se que essa seleção que não é um primor, mas ali jogador não esta lá por causa de patrocinador e muito menos por causa de campanha de maus jornalistas.


Os funcionários da Globo não se conformam com o tratamento igualitário, sem as entrevistas exclusivas de sempre. O Dunga explodiu porque não é de hoje que o senhor Escobar junto com outros vem fritando o cara.
Quanto ao equilíbrio da nossa seleção, ele também é responsabilidade dos fabricantes de notícia e propagadores de bombas diárias.
Entendo a sua indignação, afinal o Dunga é um técnico que vocês não conseguiram derrubar como fizeram tantas outras vezes nos clubes brasileiros e com o Luxemburgo na Canarinho.
A função da Globo assim como qualquer meio de comunicação é transmitir programas e eventos, jornalisticamente apenas noticiar os fatos verídicos acontecidos no cotidiano. É uma pena que a parte esportiva precise tanto aqui neste “site” e agora também na TV, criar balões de ensaio e notícias bombásticas a cada meia hora… ridículo o Sr Tadeu Schimit fazer o papel de menino de recado do patrão, ao se sentir desprestigiado pelo técnico da seleção brasileira que diferente dos demais de outrora era ovelha no pasto da vênus platinada.

terça-feira, 22 de junho de 2010

Diretor de parque onde idosa morreu alega que foi 'fatalidade', diz delegado


Idosa morreu ao cair de uma montanha-russa do parque no domingo.
Delegado vai ouvir mais uma vez filha da vítima nesta quarta-feira (23).

Aluizio FreireDo G1 RJ
Em três horas de depoimento à polícia nesta terça-feira (22), o diretor do parque Terra Encantada, Marcos Vinicius Santos, alegou que a idosa que morreu no sábado (19) ao cair de uma montanha-russa pode ter desmaiado enquanto estava passeando no briquendo. Segundo o delegado Rafael Wilis, titular da 16ª DP (Barra da Tijuca), o diretor alegou que o acidente foi uma "fatalidade".
O delegado  espera o resultado da perícia para confirmar o que causou o acidente. "Mesmo que ela tenha desmaiado, não era para ter caído do brinquedo, mas quem vai me dizer isso é a perícia", afirmou.
O diretor entregou ao delegado o manual de funcionamento da montanha-russa, mas não apresentou, no entanto, as modificações que foram feitas no equipamento. O material foi enviado também para análise da perícia. Nesta quarta-feira (23), o delegado vai ouvir mais uma vez a filha da vítima e o engenheiro responsável pela manutenção dos brinquedos do parque.
Ex-funcionário alertou sobre risco
Um ex-funcionário do parque já havia alertado no ano passado que a manutenção dos brinquedos tinha problemas. O técnico em mecânica chegou a mandar no dia 10 de fevereiro de 2009 um documento à Defesa Civil municipal e ao Conselho Regional de Engenharia (Crea) alertando sobre a falta de segurança e pedindo uma inspeção técnica no local. Temendo sofrer algum tipo de represália, ele pediu para não ser identificado.
Terra Encantada reproduçãoDocumento feito pelo ex-funcionário do Parque Terra Encantada (Foto: Reprodução)
Um ano depois, em fevereiro de 2010, o Crea informou que foi feita uma fiscalização em todos os brinquedos do parque Terra Encantada. Na época, o Ministério Público do Rio recebeu uma denúncia de falta de manutenção no local, mas nenhuma irregularidade foi encontrada.
Ainda de acordo com informações do Crea, no ano de 2005, uma outra fiscalização constatou a necessidade da instalação e reforço nos cintos de segurança do carrinho da montanha-russa. Na ocasião, o parque chegou a ser multado.
Já a Defesa Civil municipal informou que, embora o engenheiro Luís André Moreira Alves, coordenador técnico do órgão, tenha recebido o documento - fato atestado com a assinatura do funcionário no documento e um carimbo do órgão - a ocorrência não foi localizada.
O parque Terra Encantada foi totalmente interditado após vistoria de engenheiros, na segunda-feira (21), quando constataram “problemas mecânicos e estruturais” nos equipamentos. A polícia também realizou uma perícia no local, que deve ficar pronto em até 15 dias.