Postagem em destaque

Juninho Pernambucano

sexta-feira, 15 de janeiro de 2010

MORRE O HOMEM MAIS FORTE DO MUNDO



Joe Rollino se auto-intitulou "O homem mais forte do mundo" nos anos 20.



Joe Rollino 'soca o ar' em pose para fotógrafo em foto de 19 de março de 2008, no dia de seu aniversário de 103 anos em Nova York. (Foto: AP)

Ex-boxeador, ele completaria 105 anos no dia 19 de março.
O famoso fisiculturista que uma vez ergueu cerca de 130 quilos em Coney Island, no seu auge, e continuava em plena forma aos 104 anos, morreu nesta segunda (11) depois de ser atropelado por uma van.

Joe Rollino foi atingido quando cruzava a Bay Ridge Parkway, no Brooklyn, em Nova York, e teve uma fratura na pélvis, traumatismo craniano e costelas quebradas. Ele morreu poucas horas depois no hospital. Segundo a polícia, o motorista do carro estava dentro do limite permitido de velocidade e não tinha bebido.
Durante sua vida, Rollino assistiu a Jack Dempsey nocautear Jess Willard e foi próximo a Mario Lanza
----------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------
Sueco de 70 anos é multado por dar tapa em garoto que o chamou de 'velhote'
Aposentado terá de pagar multa de 3.000 coroas suecas (R$ 730).


O aposentado Ronald Fasth disse ainda não ter decidido se vai recorrer ou não de multa de 3.000 coroas (R$ 730) (Foto: Reprodução / The Local)

"Você tem que exigir um pouco de respeito", disse Ronald Fasth.
“Eu acho que isso [a decisão] foi errado. Não tem a ver com o dinheiro, mas com princípios. Eu ainda não decidi se vou recorrer”, disse o aposentado.]
Fasth admite ter batido no garoto, alegando que o fez para manter a paz. “Você tem que exigir um pouco de respeito, se não eu deveria ter estapeado a mim mesmo”, disse.

O caso ocorreu em julho no Folkets Park em Varnamo, afirma o jornal. Fasth teria dado a bofetada no garoto de 12 anos, após ele ter insultado o aposentado e andado de bicicleta sobre um campo de golfe.

Ronald Fasth trabalha como voluntário no parque desde os anos 1960.