Postagem em destaque

Juninho Pernambucano

sexta-feira, 26 de fevereiro de 2010

CADA COISA...

Eu vi isso aqui e nossa tenho que mostrar.

Eu acho que todas as equipes de futebol, treinasse mais, com certeza teriamos  espetáculos .

Escola é interditada na zona leste





As aulas mal começaram na EMEI Padre Nildo Amaral Júnior, em Itaquera, e já tiveram que ser suspensas. Com a chuva da madrugada de terça-feira, um deslizamento de terra derrubou o muro da escola.
As aulas mal começaram na EMEI Padre Nildo Amaral Júnior, em Itaquera, e já tiveram que ser suspensas. Com a chuva da madrugada de terça-feira, um deslizamento de terra derrubou o muro da escola. 

As mães dos alunos dizem que já tinham alertado a prefeitura sobre o risco de deslizamento. Uma dor de cabeça tremenda para os pais, que têm que sair pra trabalhar e não podem deixar os filhos sozinhos em casa. 

Hoje é o quarto dia que José Francisco falta no trabalho porque as filhas estão sem aula e não podem ficar em casa sozinhas. “É muito complicado, porque se eu não trabalhar como os meninos vão ter o pão dele todos os dias?”, diz José Francisco, pintor. 

Nicole de quatro anos e Manuela de cinco estudam na EMEI Padre Nildo Amaral Júnior no Jardim Nossa Senhora do Carmo em Itaquera. A escola está fechada deste o dia 23 de fevereiro. Na madrugada de terça feira parte de um barranco desabou e derrubou o muro da escola. A defesa civil interditou o prédio e as aulas foram suspensas. 

Sem alternativa as mães estão perdendo dias de serviço. Estão preocupadas com os filhos e com receio de perder o emprego. “Deixei eles em casa e to fora do serviço, pedi licença”, conta Cristiane Fidêncio, analista de crédito. 

“A gente pergunta, ela fala que não tem previsão”, lamenta Eliana do Carmos Santos, diarista. 

Elas contam que hoje foi o primeira vez que homens de uma empreiteira contratada pela prefeitura apareceram para começar a reerguer o muro. “Se chover de novo vai ceder tudo isso, porque não tem condições”, acredita Carmen Lúcia Antonia de Souza, costureira. 

Parte do entulho já foi retirada, mas dá pra ver que a terra toda que cedeu chegou bem perto das salas de aula. É justamente por isso que os pais têm medo de novos deslizamentos. “A qualquer momento que chover, devido a terra já estar molhada, como vamos por nossos filhos pra estudar numa situação dessa?”, questiona Valdiléia Passos de Souza Silva, dona de casa. 

As mães não ficaram surpresas com o desmoronamento. Já tinham alertado a subprefeitura de Itaquera do risco. “A gente questionou, outras mães também, e aconteceu. Vai acontecer mais. Se não tirar aquelas árvores vai acontecer o pior”, acredita Cristiane. 

_"Oha eu conheço essa escola, meus dois filhos estudaram lá quando morei nesse bairro, mas o que acontece são os loteamentos clandestinos que fazem ao redor, sem a menor fiscalização eles chegam e tomam conta de tudo, o resultado é isso ai, esse absurdo, e como chove bastante  o perigo é muito grande por ali, não só na escola, mas as casas lá em cima do morro, vamos fiscalizar prefeitiura"...