Postagem em destaque

MANÉ GARRINCHA

sábado, 30 de agosto de 2014

Significado de Usar Aliança


'EU CONHEÇO UMA PESSOA QUE DISSE QUE USA ALIANÇA POR QUE OS HOMENS PAQUERAM MAIS AS QUE USAM. Usar aliança significa um compromisso assumido com a pessoa amada. Este costume teve sua origem na Europa, porém inicialmente, somente a mulher usava, e posteriormente, a tradição também passou para os homens. A palavra aliança tem origem no latim alligare, que remete para uma relação de proximidade, de união. Fazer uma aliança com alguém é fazer um acordo, um pacto, uma união. Assim, o anel com nome de aliança é uma lembrança do pacto entre o marido e a esposa. A aliança tem um formato circular, o que é um simbolismo de eternidade, porque o círculo não tem princípio nem fim. A aliança pode vir acompanhada de um anel, que será geralmente de diamantes, tudo dependendo das posses do nubente. Esta tradição vem desde a Roma Antiga, porem pode ser anterior a ela. Também é costume formalizar o noivado em um jantar para as famílias, e é realizado pelos pais da noiva, para formalizar o noivado. A aliança é colocada no dedo anular da mão direita. O anel de noivado e a aliança de casamento são usadas no dedo anular, e a explicação é que em tempos antigos as pessoas acreditavam que esse dedo tem uma veia ou nervo que tem uma ligação direta ao coração. Quanto à mudança do anel da mão direita (no caso do noivado) para a mão esquerda (no casamento), existem duas teorias: uma afirma que a mão esquerda representa a submissão em relação ao cônjuge; a outra afirma que quando se casam, o anel passa para a mão esquerda porque esta se encontra mais perto do coração. As alianças no momento do casamento são levadas por uma dama de honra que entra na Igreja a frente da noiva, carregando em uma cestinha de prata ou uma almofada de veludo. Após a benção os noivos trocam as alianças, que serão colocadas no dedo anelar da mão esquerda, significando o casamento. No passado as alianças não eram consideradas somente um sinal de amor, mas também eram relacionadas com o dote que a noiva trazia para o casamento, que muitas vezes era negociado pelos pais dos noivos. É, pois uma relíquia do tempo em que os casamentos eram considerados um negocio um contrato entre famílias, a fim de garantir a segurança econômica do casal.

Nenhum comentário:

Postar um comentário