Postagem em destaque

COPA DAS ZEBRAS

domingo, 31 de agosto de 2014

'É SÓ MEU AMIGO'


Este é um estudo científico feito para você que é uma mulher totalmente ingênua ou finge ser, dessas que consideram todos seus amigos “testosteronados”, apenas como um bando de bichos sem caninos e estritamente vegetarianos. Saiba que esses colegas peludos podem ser classificados em três grandes grupos, cujo diferencial entre eles foi baseado principalmente nos hábitos alimentares: AMIGUS HOMOS INTERESSEIRUS Barbados que não estão nem aí para suas lágrimas. Seres que só te proverão o ombro com um único intuito: te comer de lado, de quatro, no chão, no teto, ou seja, querem apenas te comer. Esses animais vivem fazendo de tudo para fugir do maldito limbo chamado popularmente de “friendzone”. Essa é a mais voraz e carnívora das espécies, por isso, tome muito cuidado, pois enquanto você desabafa rios de mazelas, eles apenas pensam no enorme prazer que seria te consolar com o consolo que eles portam orgulhosamente entre as pernas. Eles fingem ouvir suas histórias com interesse, porém adaptaram-se e aprenderam a desligar completamente seu áudio enquanto imaginam com clareza seu corpo recheando uma fantasia de enfermeira. Você ainda não sabe, nem pode cobrar direitos autorais por isso, mas já ganhou o papel principal nas muitas punhetas roteirizadas por essa espécie caçadora. Constituem 75% dos seus amigos, porcentagem que tende a aumentar proporcionalmente de acordo com a gostosura de sua bunda, podendo chegar até os 100% em casos de rebolado agressivo. AMIGUS HOMOS AMIGUS Animais de hábitos menos agressivos e maior autocontrole do que o Homus Interesseirus. Geralmente, possuem real preocupação com seus problemas e normalmente comovem-se de verdade com suas tragédias e choros. O Homo Amigus não hesitará em te ajudar, mesmo sabendo que será recompensado apenas com um abraço e não com uma mordiscada em seu mamilo. Mas abra bem os olhos – até mesmo esses animaizinhos fofos e amigáveis não deixarão de tentar te dar uma bela surra de piroca caso você durma de baby-doll na mesma cama que eles ou se, por ventura, a lancha de vocês ficar à deriva em meio ao marzão de balanço sempre afrodisíaco. Essa é uma espécie em extinção, por isso, se encontrar um exemplar, preserve-o. AMIGUS HOMOS SEXUAIS Essa é única espécie na qual seu namorado pode confiar plenamente, pois possui hábitos alimentares iguais aos seus, ou seja, é mais fácil o sujeito querer comer a bunda peluda do seu homem do que a sua lisinha. É um ser facilmente identificado em momentos de susto ou choque. Das espécies citadas neste estudo, é a única que te chamará de “amiga” e a única capaz de opinar tecnicamente sobre os nuances de sua maquiagem. Este é um estudo comportamental que demorou anos para ser realizado e foi motivado pelo meu descontentamento diante de uma expressão extremamente genérica, a frase “Para, ele é só meu amigo”, dita na defensiva por 99,9% mulheres que passaram em minha vida. Eu vivi vendo minhas namoradas sempre rodeadas por lobos famintos disfarçados de cordeirinhos amigáveis, animais que viviam dando investidas teleguiadas que miravam bem no meio da bunda delas. Bichos que apresentavam uma ereção quase pública só de sentir os feromônios exalados por minhas namoradas Eu dizia: “Entendo que ele é só seu amigo, mas é evidente que ele quer te comer” e eu as ouvia dizendo: “Imagina” ou “Não viaja”. E, com o tempo, fui descobrir que todas elas sabiam muito mais das intenções daqueles pênis à paisana do que meus olhos atentos podiam prever e percebi que dificilmente vou ouvir da boca delas uma confirmação dizendo: “Sim, ele é meu amigo, mas quer me comer”. E sabe o porque elas omitem essa confissão? Pois temiam e ainda temem que eu me transforme na fera classificada como Namoradus Assassinus de Amigus e depois de alguma barbárie, termine o namoro por SMS e pior, enviado de um celular emprestado de um traficante na cadeia. RICARDO COIRO

Nenhum comentário:

Postar um comentário