Postagem em destaque

COPA DAS ZEBRAS

quarta-feira, 4 de junho de 2014

Ao menos 12 mil manifestantes sem-teto protestam em frente ao Itaquerão


Integrantes do MTST fecham uma das pistas da Radial Leste, na zona leste de São Paulo, nesta quarta-feira (4) Milhares de manifestantes participaram de protesto organizado pelo MTST (Movimento dos Trabalhadores Sem Teto) na noite desta quarta-feira (4) na Radial Leste em frente ao Itaquerão, estádio do Corinthians que abrirá a Copa do Mundo. Os manifestantes ocuparam todas as faixas da Radial Leste e também as áreas ao redor do estádio.  Segundo o movimento, 25 mil pessoas participaram do ato, entre sem-teto de diversas ocupações da cidade e apoiadores. Já de acordo com a Polícia Militar são aproximadamente 12 mil pessoas. A manifestação teve início às 18h na estação Vila Matilde, a 3,5 km do Itaquerão.  O protesto foi o quarto realizado do MTST com o nome "Copa sem povo, tô na rua de novo". Em protestos anteriores, o movimento fechou as principais avenidas da cidade de São Paulo, mas não houve confronto, nem atos de vandalismo. A maior manifestação chegou a bloquear a Marginal Pinheiros e reuniu cerca de 15 mil ativistas no dia 22 de maio. O movimento se aproveita da visibilidade da Copa do Mundo para exigir políticas públicas para conter a especulação imobiliária e melhorar o acesso à moradia. Entre as reivindicações estão a fixação de um limite para o reajuste dos aluguéis, mudanças no programa Minha Casa, Minha Vida e a criação de uma comissão nacional para monitorar os despejos pelo país.  A mobilização do MTST também exige reforma agrária, melhorias na educação, construção de creches, soberania nacional durante a Copa, fim da violência policial e transporte público gratuito e de qualidade. O MPL (Movimento Passe Livre) e o Comitê Popular da Copa, entre outras entidades, também participam do ato. Enquanto eles protestam a gente gasta um tempão pra chegar em casa, depois esses mesmo vão votar e vota tudo errado.

Nenhum comentário:

Postar um comentário