Postagem em destaque

Tem lugar que é proibido ser gay

Essa semana, mais precisamente dia 17 de maio foi comemorado o Dia internacional Contra a Homofobia Um dia muito importante para a comuni...

terça-feira, 22 de abril de 2014

Adolescente sobrevive a voo em trem de pouso


Washington, 21 abr (EFE).- Um jovem de 16 anos sobreviveu a um voo de quase cinco horas, do estado da Califórnia ao Havaí, escondido no trem de pouso de um avião, informou o portal de notícias havaiano "HawaiiNewsNow", que cita fontes do FBI. De acordo com as fontes, o jovem, cuja identidade não foi divulgada, viajou em um voo da companhia Hawaiian Airlines que partiu ontem do aeroporto de San José, no estado da Califórnia, e cujo destino era a ilha havaiana de Maui. Aparentemente, o adolescente, que tentava fugir de sua casa na cidade californiana de Santa Clara, pulou a cerca de segurança do aeroporto internacional de San José e entrou na fenda de uma das rodas do trem de pouso do avião. "O jovem não sabia em que direção a aeronave seguia", asseguram fontes do FBI, que acrescentaram que o mesmo só foi descoberto depois do avião ter aterrissado no Havaí. "Nossa principal preocupação agora é conhecer o estado de saúde do jovem, que sobreviveu de forma excepcional a esta viagem", asseguram as fontes, que confirmaram que o aventureiro foi encontrado caminhando na pista do aeroporto havaiano. Na ocasião, o adolescente não trazia nenhum documento de identificação, embora tenha sido levado ao Centro Médico Maui Memorial. Tom Simon, porta-voz do FBI, indicou ao portal havaiano que o jovem deve ter permanecido inconsciente durante a maior parte do voo, já que, segundo ele, o mesmo se encontrava desorientado na pista do aeroporto de Maui. Este tipo de voo pode alcançar uma altitude de até 12 mil metros, enquanto a temperatura no exterior do aparelho pode chegar aos 80 graus negativos, o que torna essa viagem praticamente inviável. Apesar das extremas circunstâncias da viagem, o porta-voz do FBI disse que "o adolescente não sofreu problemas médicos graves" e já se encontra aos cuidados dos Serviços de Proteção Infantil do Havaí. EFE

Nenhum comentário:

Postar um comentário