Postagem em destaque

MANÉ GARRINCHA

sábado, 8 de dezembro de 2012

A vida é muito curta


Quando estiveres em dúvida dá o próximo passo. A vida é muito curta para perdermos tempo odiando alguém. Não tens que vencer todos os argumentos: Concorda para discordar. Duas coisas indicam fraqueza: O calar-se quando é preciso falar, e o falar quando é preciso calar-se. Exige muito de ti e espera pouco dos outros. Muito sabe quem conhece a própria ignorância. O que não te mata torna-te mais forte. Inveja é perda de tempo: Já tens tudo o que precisas. Envelhecer é melhor do que morrer jovem. Aceita por completo a tua presença na Terra e escolhe, a cada momento, a beleza, a bondade, a verdade e a vida, lembrando-te sempre de que tudo isto e Deus é a mesma coisa. Não te armes em vítima e não te comportes como um salvador. Faz a paz com o teu passado, para que ele não estrague o teu presente. O que os outros pensam de ti não é da tua conta. O homem de bem exige tudo de si próprio; o homem medíocre espera tudo dos outros. Põe definitivamente de parte o hábito de querer mudar os outros. Mantém a cabeça sempre fria, o coração sempre quente e a mão sempre larga. Comporta-te como um “curandeiro” que traz alegria e luz, em vez de críticas ou indiferença. Deixa-te guiar pela intuição pessoal em vez de agires sob a pressão do medo. A passagem do tempo deve ser uma conquista e não uma perda. Quem não pode o que quer, que queira o que pode. É melhor morrer de pé do que viver de joelhos. Viver é a única coisa que não dá para deixar para depois.

Nenhum comentário:

Postar um comentário